Fluid-structure – Engineering vs Health

“AIMED”
Fevereiro 3, 2017
“DICARB”
Fevereiro 17, 2017
Ver todos

“Investigar é dar um passo em frente, mesmo por mais pequeno que seja!” – É com esta frase de incentivo a futuros participantes, que Mariana Simão e o seu grupo, se dão a conhecer.

Colocámos-lhes algumas questões para ficarmos a conhecer melhor estes jovens empreendedores e as suas motivações.

Lê a entrevista e fica a conhecê-los:

Prémio Novo Mundo (PNM): Como souberam da existência do Prémio Inovação AGEAS?

Mariana Simão (MS): Tivemos conhecimento do “Prémio Novo Mundo” através de um email da nossa instituição de ensino/universidade.

PNM: Porque decidiram participar? (Foi o prémio monetário? A possibilidade de incubação na HealthCare City? Ambos?)

MS: Pela oportunidade de dar a conhecer o nosso trabalho e também por ambos os prémios, o monetário e a possibilidade de incubação na HealthCare City.

PNM: O que vos motiva a desenvolver o vosso projeto? Como “nasceu” a ideia?

MS: O que nos motiva é o facto de acreditarmos que um compromisso entre engenharia e medicina pode ajudar na identificação e diagnóstico de algumas doenças, sobretudo a nível cardiovascular. Pensamos que a nossa ideia será uma mais valia para atender a complexidade do nosso corpo.

PNM: Qual a pessoa (ou pessoas), a nível nacional ou internacional, que são para vocês, um exemplo de empreendedorismo ou inovação?

MS: Qualquer descoberta em investigação é, para nós, um exemplo de inovação, de progresso e de melhoria.

PNM: Que palavras de incentivo diriam àqueles que estão a ler esta entrevista e também têm “ideias” que gostariam de concretizar? Que conselho dariam?

MS: Investigar é dar um passo em frente, mesmo por mais pequeno que seja!

Lê todas as entrevistas já realizadas

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.